O FUTURO CHEGOU!

SUSTENTABILIDADE – A MRV Engenharia em parceria com a Alsol instalou uma árvore solar na sede da companhia.

Acreditamos na energia limpa, infinita e abundante do nosso país. Acreditamos na energia solar. Uma nova forma de viver e se relacionar com o planeta.

Árvore Solar – MRV Engenharia e ALSOL – www.pierreimoveis.com

 

Se você também pensa como nós, venha com a gente!

Aqui na Pierre Imóveis, temos orgulho em comercializar empreendimentos MRV, uma empresa que tem a SUSTENTABILIDADE em seu DNA. Seus novos empreendimentos contam com energia fotovoltaica, gestão de resíduos em obras, certificação ISE e compensação de 100% de suas emissões de GEE (gases do efeito estufa), além de prêmios e certificações, confira:

 

MRV ENGENHARIA TEM SEU PRIMEIRO CONDOMÍNIO COM ENERGIA FOTOVOLTAICA:

 Empenhada em contribuir com o desenvolvimento sustentável, a MRV Engenharia entregará em breve, o primeiro empreendimento com células fotovoltaicas capazes de produzir energia elétrica enquadrado ao programa habitacional do governo federal, o Minha Casa, Minha Vida. O residencial, erguido no bairro Narandiba em Salvador conta com 360 apartamentos divididos em três torres e é um projeto piloto para a construtora para o sistema de compensação de energia junto às concessionárias.

A ideia consiste na instalação de células fotovoltaicas no telhado das torres que convertem energia solar em energia elétrica que usada nas áreas comuns do condomínio e o excedente ainda é transmitido para a rede de distribuição da concessionária de energia local. Ao final do mês, a energia extra gerada pelo sistema entra como saldo e é abatida da conta de luz mensal, podendo cobrir toda a conta do condomínio.  “No caso do Spazio Solar do Parque vamos realizar a compensação para a energia consumida nas áreas comuns do empreendimento possibilitando uma economia significativa para os condôminos. A cada ano aprimorarmos a nossa forma de trabalhar para assegurar mais valores para os nossos clientes. Entregamos itens de economia e sustentabilidade que motivam os moradores a terem uma atitude de vida mais sustentável,”, comentou o diretor de Produção da Regional Nordeste Maurício Raso.
Em um ano a previsão é que o sistema implantado no residencial consiga gerar 83.332 mil KWh o que é capaz de compensar todo consumo de energia elétrica das áreas comuns do residencial. “Além de contribuir com o meio ambiente o sistema também é mais uma forma de economia para nossos clientes. Estamos sempre pensando em inovações que facilitem a vida dos moradores de nossos condomínios e também contribuam para o consumo sustentável”, completou o diretor.
O sistema de compensação de energia foi criado a partir da Resolução 482 Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em abril de 2012 que passou a regular esta modalidade de geração de energia junto à concessionarias de energia nacionais.

Conheça alguns empreendimentos
MRV em CANOAS

GESTÃO DE RESÍDUOS EM OBRAS

VOLUME DE RESÍDUOS RECICLADOS

Uma das metas de sustentabilidade da MRV é a redução de 5% no uso de caçambas em suas operações, resultado que depende da gestão eficiente dos resíduos e de mudanças nos processos produtivos. Em 2016 foi gerada R$ 1,043 MM de economia com ações sustentáveis nesta frente e reduzindo o número de caçambas em 32%. Nesse sentido, a MRV implementou e aumentou em 4 vezes a produção de unidades pelo método construtivo “parede de concreto” tornando possível essa redução de resíduos em relação ao processo convencional, além  é claro da  faz a separação de materiais nas obras, diminuindo o volume do que é efetivamente jogado fora e possibilitando a destinação adequada dos outros materiais. Para sistematizar esse processo, em cada obra há um operário responsável pela destinação correta do que é gerado, seja para reciclagem, logística reversa, doação ou venda para cooperativas ou reutilização nas próprias obras. Este último item tem tido grande destaque e contribuído para o reaproveitamento de materiais que iriam para o aterro sanitário lixo, diminuindo assim a geração de resíduos e os custos. Isso acontece, por exemplo, com blocos de concreto quebrados, que são triturados e voltam a ser utilizados. Outros resíduos de base cimentícia (resíduo classe A), como pó de pedra, areia e pedrisco também são reciclados nos próprios canteiros, formando um subproduto que é integrado à argamassa de contra piso ou a outras aplicações similares. Como nos últimos anos, a MRV reforçou parcerias com cooperativas de reciclagem para doar plásticos, sacos de cimento, metal, vidros, latas de tinta e outros materiais. Destinando a elas 5.150,40 toneladas de produtos. Quando não é possível doar os resíduos para associações ou reciclar no canteiro de obras, a MRV contrata empresas especializadas para realizar o descarte de forma adequada, conforme as normas técnicas aprovadas pelos órgãos ambientais dos municípios e Estados.
Em 2016, a MRV manteve o sistema de logística reversa para os diversos tipos de resíduos por exemplo os  classificados como perigosos, entulho limpo, madeira. São resíduos enviados para os fornecedores no qual os mesmos são reaproveitados, em seu ciclo de produção.
O processo de logística reversa de entulho limpo é uma rotina da empresa, 420 toneladas de resíduos foram reciclados, os resíduos de entulho cinza limpo gerados nas obras são enviados para os fornecedores de blocos, esses fornecedores reutilizam  os resíduos como agregados  para produzirem novos blocos.
Junto com os blocos recebemos muitos paletes e para reduzir a geração deste resíduo, realizamos a logística reversa com os fornecedores de materiais, em 2016, 7.570 m³ de paletes retornaram para os fornecedores, logo reduzindo na geração de caçambas.

CERTIFICAÇÃO ISE

O ISE é uma ferramenta para análise comparativa da performance das empresas listadas na BM&FBOVESPA sob o aspecto da sustentabilidade corporativa, baseada em eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança corporativa. Também amplia o entendimento sobre empresas e grupos comprometidos com a sustentabilidade, diferenciando-os em termos de qualidade, nível de compromisso com o desenvolvimento sustentável, equidade, transparência e prestação de contas, natureza do produto, além do desempenho empresarial nas dimensões econômico-financeira, social, ambiental e de mudanças climáticas.

A mais recente carteira do ISE foi anunciada em 25 de novembro de 2016 e vigora entre 02 de janeiro de 2017 a 05 de janeiro de 2018. A nova carteira reúne 38 ações de 34 companhias, que representam 15 setores e somam R$ 1,31 bilhões em valor de mercado, o equivalente a 52,14% do total do valor das companhias com ações negociadas na BM&FBOVESPA (em 22/11/2016).  A carteira do ISE para 2017 marca o início do disclosure das respostas do questionário como pré-requisito para a participação no Índice. Com isso, as respostas das 34 companhias estão disponíveis no site www.isebvmf.com.br. Esta carteira também inaugura a inclusão dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) no questionário em alinhamento e de forma tempestiva à adoção dos ODS pelas Nações Unidas no final de 2015.

Para o processo desta carteira, foram convidadas 179 companhias. Destas, 41 participaram do processo, sendo 39 como elegíveis e duas como treineiras. O processo da carteira 2017 do ISE contou novamente com a asseguração externa da KPMG, que emitiu parecer de “Asseguração Limitada sem Ressalvas”. A asseguração do processo do ISE é realizada desde 2012, o que confere ainda mais credibilidade e confiabilidade ao índice. Além disso, o ISE segue com a parceria de monitoramento diário de imprensa feito pela empresa Imagem Corporativa.

AMIGO DO CLIMA

Por meio do apoio a projetos sustentáveis de mitigação de gases de efeito estufa (GEE) nos diversos estados de sua atuação e também na Amazônia, a MRV Engenharia vai realizar, pelo segundo ano consecutivo, a compensação de 100% de suas emissões de GEE diretas e indiretas pelo consumo de energia referente ao ano de 2016.

A compensação das emissões é realizada pelo Amigo do Clima, um programa ambiental voluntário que confere transparência e rastreabilidade às ações de compensação utilizando créditos de carbono de padrões internacionais, como o MDL e o VCS. Entre os projetos escolhidos estão: Geração de Energia Renovável com Bagaço de Cana, Uso de Biomassa Renovável em Cerâmicas, Cogeração de Energia, Substituição de Combustível em Frotas flex-fuel; Geração de Energia Renovável em PCHs; Redução de Emissão em Aterro Sanitário; Destruição de Metano em Granjas de Suínos, e Redução de emissões do Desmatamento e da Degradação florestal (REDD) na Amazônia.

Para saber mais sobre o Programa Amigo do Clima e a ação de compensação de emissões de GEE da MRV acesse www.amigodoclima.com.br

CERTIFICAÇÕES, PRÊMIOS E RECONHECIMENTO

Nosso negócio anda em conformidade com parâmetros de sustentabilidade e isso resulta na conquista de importantes prêmios, certificações e reconhecimentos por práticas que levam em frente nosso compromisso com o meio ambiente e com a sociedade. Para saber mais sobre, clique em “Certificações”, “Prêmios” e “Reconhecimentos”, ou liste nossas conquistas clicando em “Todos”.

 

Fonte: site MRV Engenharia.

Comentários

Comentários